Multiplicação da residência

Ferrowhite Museo na REM MG

“Do vazio invisível para a concretude inventada” foi um projeto de residência profissional que buscou investigar e promover o intercâmbio de tecnologias de mediação e produção de acervo que dão visibilidade às camadas sensíveis e invisíveis da percepção dos sujeitos sobre o espaço do museu, os patrimônios e suas referências culturais. Em conjunto com os colaboradores do Ferrowhite Museo Taller, uma coleção que cartografava as referências sobre aquele espaço foi confeccionada. Posteriormente, essa coleção viajou ao Brasil e foi instrumento de multiplicação das bases e ferramentas do museu para agenciar suas relações com a comunidade local. A multiplicação foi feita com educadores dos museus e centros culturais de Belo Horizonte e do Inhotim, quando foram elaboradas as bases e ferramentas de ação da Rede Informal de Museus e Centros Culturais de Belo Horizonte e região metropolitana (RIMC) e do Educativo Inhotim.

A residência foi viabilizada através da Bolsa de Capacitação de Profissionais de Museus do IBERMUSEUS.

press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
1/3